12/09/2012

Em brincadeira de gato...

A ideia do post foi depois de um comentário que deixei no blog Ronron do Gato da querida Karina.
Aproveita o link e passa lá no Ronron pra conhecer o Darwin e o Juca, fofíssimos!!

Então chegou mais uma caixa aqui em casa e lógico que foi dada para a Jean brincar.
Ela se divertiu tanto e ficou tanto tempo dentro da caixa, que resolvi melhorar a caixinha pra ela. A intenção era fazer uma cama bem confortável.
Na primeira foto da pra ver o novo formato da caixa.
Facilidade de acesso, sem precisar pular.
A outra melhoria, na minha interpretação, é que ela podia ficar mais macia.
A Jean estranhou um pouco e deixou de brincar com a caixa.
Na versão aberta, sem almofada, ela só afiava as unhas e ia embora, mesmo que eu a colocasse inúmeras vezes lá (gato sofre muito com as resoluções dos humanos!).
E finalmente terminei minha obra de arte: almofada macia para deitar e dormir e ainda tecido cobrindo a caixa para ficar mais bonita.
...

Dois dias depois da grande criação, tirei a almofada e o tecido que cobria a caixa porque a gata nem chegava perto dela.
Como permaneceu no mesmo lugar, a Jean ia até lá, afiava a unha e só!
No sábado, pra arrumar a sala, coloquei a caixa na varanda e por lá ficou.
No meio da tarde como não achava a gata em lugar nenhum, resolvi olhar se ela estava na varanda, e...
- Claudia, essa caixa até que é bem útil aqui na varanda com esse solzinho!

Moral da história: em brincadeira de gato, humano não deve se meter. Humf!

7 comentários:

Andrea Sassaki disse...

kkkkkkkkkkkk..... pq mãe tem essas coisas???
Na hora mais gostosa, vai lá e acaba com a brincadeira. kkkkkkk....
Claudeeenha! Oi!! Essa Jean tá gostosa demais!
Beijocas!

Repositório disse...

Gatos, nunca podemos prever suas reações por mais óbvias que pensemos que elas sejam!!!
=)

Karina disse...

Que linda a Jean tomando solzinho na caixa!! Tá até com os olhinhos fechados. Gatos são totalmente imprevisíveis!
Beijos

Aline disse...

Cláudia, já tentei fazer algumas adaptações em caixas para a Chloe brincar. É só dar um arrumada na caixa, deixar ela mais bonita ou confortável, que a gataiada sai fora logo. Dá pra entender? heheheh
Adorei ver a Jean no solzinho. Linda!

beijos

Milene Widholzer disse...

Não adianta tentar deixar mais bonita e confortável, o apelo do papelão é irresistível para eles, kkkk.

Mina tem há anos uma casinha de papelão que o Ricardo fez para ela e que é seu xodó, mas o material é só papelão, mais nada, nem me atrevo a forrar, rsrs.
Na verdade era para ter sido uma casa de Barbie para a Marina (faz tempo isso), mas a Mina entrou e ninguém tirou ela de lá... E mesmo assim, de vez em quando, se ela avista uma caixa de papelão dando sopa, ela trai descaradamente a casinha, sem nem ficar corada ;)


Bjs

eva disse...

Claudia eu já fiz isso também...kkk...só recebi o desprezo dos meus gatos por estragar o prazer deles.
A Jean acabou aproveitando sua deliciosa caixa no solzinho, depois que voce deixou de atrapalhar.
beijos

Blog da Pink disse...

Você tem que entender que os gatos não gostam de armadilhas, eles preferem uma caixa escondida ou jogada em um canto qualquer! Eu passei por uma experiência chata: comprei uma cuba para o banheiro e a caixa ficou em um cantinho da sala, eu tinha 3 gatos e os 3 passavam o dia dormindo e arranhando a caixa. Uns dias antes do pedreiro vir para instalá-la eu deixei no quintal e o Barum fez aquele xixi na caixa que já estava totalmente rasgada. A arquiteta me liga dizendo que tinha visto outra cuba muito mais prática pra mim...eu disse que não poderia mais trocar porque a caixa estava destruída, ela foi na cara dura trocar e deu tudo certo. Eu jamais teria cara de pau de pedir pra trocar aquele lixo!
A Jean é um charme!
Beijos
Laís