02/09/2013

Sintonia



Nossa mudança aconteceu junto com a chegada do papa, da chuva e dos dias mais frios que o Rio de Janeiro e acho que todo o Brasil, conheceu.
Na primeira noite, vencidos pelo o cansaço e pela temperatura, todos dormiram cedo e juntos.

O antigo apartamento era de tacos e o atual de tábua corrida, piso bem mais liso.

A segunda noite prometia ser parecida com a anterior: o frio continuava, apesar da chuva ter diminuído; e o esforço para organizar o conteúdo das caixas, malas e afins foi bastante exaustivo.
Apesar das gatas não terem esse trabalho, o entra e sai de pessoas desconhecidas, a bagunça organizada de caixas e objetos espalhados, com certeza foi muito desconfortável para todas as três.
Não sei se por ter uma personalidade mais assustada a Jean foi a que mais sentiu toda essa alteração na rotina.

Já era madrugada e o silêncio profundo do apartamento deixava ouvir até um pequeno barulho.
Eu não conseguia dormir direito e alternava entre cochiladas e despertar, até que de repente ouvi um barulho ensurdecedor.
Levantei assustada tentando entender o que tinha acontecido: alguma coisa pesada tinha caído, uma das gatas se machucara, ou as duas coisas juntas.
Quando cheguei na sala, as três estavam correndo uma atrás da outra.
O barulho que ouvi era principalmente das patas da Fafá, sendo mais gordinha e pouco acostumada com pisos de madeira, fazia um grande escândalo ao correr.
Não sei se estavam brincavam ou infernizando a vida da Jean, correndo, mãe e filha atrás dela.
Mas acho que não, parecia que as três se divertiam. E escolheram justamente a madrugada, onde teriam mais espaço e liberdade para agir.
Na hora minha vontade era de brigar com as elas, em vez disso resolvi  fazer um chá (elas continuavam a correr pra lá e pra cá ignorando minha presença).
Sentei no sofá e enquanto bebia meu chá pensei como era difícil para os gatos terem a rotina modificada.
Logo elas pararam de correr e cada uma das três foram chegando mais perto, se ajeitando agora mais relaxadas.
Fiquei  um pouco mais sentada com elas, fazendo cafuné na Jean e na Fafá. A Piti ainda tava muito agitada e toda vez que erguia o braço para acariciá-la, saia correndo.
Quando me levantei fui logo seguida pela Jean e na hora em que adormeci, três gatas dormiam comigo na cama.



10 comentários:

Silvia Freitas disse...

Coisa mais gostosa dormir com gatos!
Mudança é sempre muito complicado pra eles, que vivem da rotina e de seu território. Mas em breve isso há de acalmar.
Beijinhos e desejos de muitas alegrias para o novo lar!

eva disse...

Se adaptar a novas rotinas e lugares nõa é tarefa fácil e gatinhos não curtem mesmo muito isso. Acho que a perseguição de madrugada era uma forma de combater o stress, no fim tudo vai se resolver e elas vão acostumar com o novo lar.

Felina disse...

Nossa lembro o estress que foi qdo mudei, eles só chegaram com a casa toda pronta, quando os soltei, ficaram super assustados, levaram uns dias pra se acostumarem, mas deu td certo, teus lindos vao logo se encontrar.

Andrea Sassaki disse...

Que delícia, ver todos nossos filhos brincando, não é, Claudeeenha??
Você mudou de apê??
Tô sumida mesmo...
Um beijo!
E saudades...

Marilia Bavaresco disse...

Novidades nem sempre são bem vistas pelos felinos, mas nesse caso deu certo!!!
Que delícia!!!!!!
Seus lindos!!!!!

Milene disse...

Mudança é complicado mesmo, não vemos a hora de colocar tudo nos eixos e aí é que dá mais cansaço, rsrs.
As meninas deviam estar correndo para espantar o stress e energia e assim, quem sabe, vão estreitando laços... A Jean deve ter estranhado mais porque morou mais tempo no outro apartamento mas com o tempo fica tudo tranquilo.

Beijocas para todos e felicidades na casa nova :)

Karina disse...

Que máximo as três juntas!! Imagino como foi estressante pra elas toda a mudança, mas acho que no final elas se saíram muito bem. Que bacana da sua parte ter deixado que as três interagissem (mesmo que você tenha perdido um pouco do seu sono).
Beijos

Traveling Cats disse...

I love how intently they are looking outside. Cute.

O carteira vazia disse...

Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

http://ocarteiravazia.blogspot.com/

Blog da Pink disse...

Perdi esse post da mudança!!! Eu acho muito estressante mudar de casa, imagine para os animais que são tão exigentes com seus cantinhos! Parece que elas curtiram e já aprenderam a sapatear no piso novo! Espero que já esteja tudo no lugar e muita tranquilidade! Que este apartamento novo traga muita felicidade e um novo recomeço pra vocês!
A minha Luna não sapateia mais no piso dos quartos porque não consegue mais subir as escadas, aliás, ela não consegue mais se levantar sozinha! Tá uma vida bem difícil mas está tudo bem!
Beijos
Laís