26/12/2011

Essa era a última notícia que eu queria dar.

A próxima consulta estava marcada para o dia 1º de Janeiro mas a veterinária achou que prolongar o sofrimento não adiantaria de nada.
A leucemia contaminou  o sangue e a medula vertebral (acho que esses são os termos)
Desde sexta-feira o Rock não mexia as patas traseiras, se arrastava.
Sábado não conseguia comandar as funções fisiológicas.
Comeu pouco esses dias.
Antes de sair para o trabalho, enquanto fazia o café, nós compartilhávamos de um momento só nosso.
Colocava o Rock na caixa pra fazer xixi, depois o tirava de lá, ele ainda bebia água na vasilha (descobri há dois dias, antes estava dando na seringa) e tentava dar a ele, algo pra comer.
Depois ficávamos na sala, eu tomando meu café e lendo o jornal e ele deitado perto.
Hoje foi a última vez que tivemos esse encontro.

 Na clínica fiquei com ele até o último instante, fazendo cafuné, enquanto a médica o aliviava do sofrimento.
Só aqueles que amaram um ser tão bonito, carinhoso, engraçado e tão especial como ele, saberão o que estou sentindo.

10 comentários:

Gisa disse...

Ah minha querida, é tão difícil aceitar; é tão injusto esse serzinho tão lindo, querido e jovem ir tão cedo e inesperadamente. Sei bem o que estás sentindo e que nada que possa dizer vai diminuir tua dor. Recebe um grande abraço, com toda a minha solidariedade.

Dri Andrade disse...

Querida, espero que seu natal tenha sido maravilhoso assim como este novo ano que vem ai,

muitas bençãos,saúde, sorrisos e alegrias,

beijos

Repositório disse...

Puxa! Estou de coração partido. Esse ano foi de partidas. Minha laranjinha também se foi.
Um grande abraço

Gata Lili disse...

Oh Claudia, você é tão querida para mim, mesmo sem nunca ter lhe visto, tenho uma enorme carinho por vc e fico tão triste com essas notícias. Eu queria muito falar com vc via telefone. Me mande seu telefone por favor via gata.lili2@gmail.com se tiver tim melhor. Quero ligar para você. Fica com Deus. Beijo grande.

Andrea Sassaki disse...

Ahhhhh não, Claudinha!!! Estava com esperança de notícias melhores!!!!
Sinto muito, estou arrasada com isso......mas lembre-se de todo o amor que vc deu a ele e ele a vc.....
Lembre-se de quando a gente pediu para vc o adotar e vc fez com todo seu coração....
Estou triste e estou mais triste por vc, amiga.
Sinta-se abraçada.
Um beijo!

eva disse...

Claudia,
Fiquei muito triste e sei que deve estar sofrendo, espero que seu coração encontre logo um caminho para curar a dor e deixar apenas a saudade.
Acho que nesta época do ano Deus escolhe alguns anjinhos para ir ficar com ele ( pois alguns amigos também passaram por essas perdas ) pena que isso traga tanta dor para nossos corações pois tb queriamos eles aqui.
Fique com Deus e um beijo muito carinhoso

Parlapatão disse...

Sinto muito...

Fique bem!

Claudia Goulart disse...

Amigos,

Agradeço as mensagens de consolo e carinho.
Meu bebê amarelo, ou Guitinho como dizia minha filha, vai fazer falta.
bj

Gisele e Lori Oliveira disse...

Olá, Cláudia. Eu sou nova em seu blog, e por isso fico muito triste em iniciar nosso contato assim, nessa ocasião...
Hoje está fazendo um mês que perdi tb uma de minhas filhotas de 4 patas. A Mel... Ela foi minha primeira gata, e viveu comigo durante 06 anos. Passamos por muitas coisas juntas! Assim, sei bem como vc se sente. Não tem outro remédio se não o tempo! Só o tempo alivia a dor e faz a gente parar de sofrer quando olha a casa tão vazia. Costumo dizer que um gato quando se vai, deixa ausência equivalente a suas sete vidas. Fica em paz. Fica com Deus!

Anônimo disse...

Sei bem o que você está sentindo. Dois gatos meus já se foram com essa doença. Tenho ainda três que lutam bravamente. Minha solidariedade!

Fabiano
Niterói